Tony Bizarro - Nesse Inverno 1977-2022 (Lp, Esfumaçado, Nac)

R$ 350,00
ou 12 x R$ 34,11
ou R$ 332,50 no depósito
. Comprar  
O álbum “Nesse Inverno”, de 1977, foi a obra prima de Tony Bizarro. Ou seja, finalmente ele conseguiu sintetizar tudo o que sentia e pensava sobre a soul music em um disco que se tornou lendário.

Quem é Tony Bizarro?

Tony Bizarro foi um dos precursores da soul music no Brasil, ao lado de Tim Maia. Fez história ao participar dos primeiros discos do Tim, produzir discos de Cassiano, Som Nosso de Cada dia, Sidney Magal, Odair José e o seu primeiro solo autoral “Nesse Inverno”, de 1977.

O início da carreira musical de Tony foi marcado pelo álbum com seu parceiro Frank Arduini, “Tony & Frankye”, de 1971. Um disco cheio de suíngue, produzido por Raul Seixas. Na época fez bastante sucesso, a dupla realizou centenas de shows, mas o disco não vendeu muito. Era confuso e estava bem distante do que Tony almejava, a soul music.

No entanto, foi nessa época que ele se aproximou de Tim Maia, recém chegado dos Estados Unidos. Tim gravou com participação de Tony a música “Primavera (vai chuva)”, um marco da soul music, mas que não ganhou créditos por isso no disco.

A dupla “Tony & Frankye” chegou ao fim. Muitos anos depois, Tony colocou a responsabilidade disso em cima de Raul Seixas, que conduziu pessimamente as gravações do álbum. 

Foi nesse momento que Bizarro mergulhou de cabeça na carreira de produtor e foi responsável por grandes obras. Dentre os artistas que passaram pelas mãos temos, por exemplo, Cassiano, Odair José, Sidney Magal, Diana e Som Nosso de Cada Dia.

O músico foi também quem iniciou os maiores arranjadores do Brasil na profissão. Claro, estou falando de Robson Jorge e Lincoln Olivetti. Robson e Tony tocavam juntos desde o início de suas carreiras, mas foi durante a criação de “Nesse Inverno” que Lincoln também entrou na parceria e a dupla ficou responsável pelos arranjos do disco.

Ou seja, além do fantástico disco, Tony formou a dupla que daria a cara dos discos mais vendidos e, diga-se de passagem, bem produzidos dos anos 80 no Brasil.

Nesse inverno (1977)
O álbum “Nesse Inverno”, de 1977, foi a obra prima de Tony Bizarro. Ou seja, finalmente ele conseguiu sintetizar tudo o que sentia e pensava sobre a soul music em um disco que se tornou lendário.

Porém, como aconteceu com muitos artistas da cultura black, a obra não foi reconhecida imediatamente, apesar de sua extrema qualidade. Sendo assim, demoraram alguns anos para os fãs e pesquisadores da música brasileira reconhecerem o álbum como icônico.

fonte: Adonai Elias - Curadoria

Quando Tony Bizarro abre a garganta em "Vai com Deus", você de cara se liga na potência vocal e na capacidade do cantor de fazer grandes sonzeras soul. Bizarro nasceu na Mooca, de família italiana. E sim, Bizarro é seu sobrenome. "Nós éramos Bizarre quando minha família chegou ao Brasil. Na imigração, arredondaram pra O. Aí virou Bizarro", explica.

fonte: Noisey
Banda: Tony Bizarro
Album: Nesse Inverno (1977)
Ano: 2022
Origem: Brasil
Formato: 12''
Gravadora: American Music - AM-007
Estilo: MPB

Informações Adicionais:

- Reedição Vinil Colorido (Esfumaçado)
- LP Lacrado

Músicas: Não Vai Mudar / Nesse Inverno / Quem Sou Eu, Quem É Você / Não Pode / Adeus Amigo Vagabundo (Tributo A Brian Jones) / Vai Com Deus / Enquanto A Gente Viver / Não Vejo A Hora / Que Se Faz Da Vida / Como Está Não Faz Sentido
• Prazo para postagem:
Veja também